segunda-feira, 22 de janeiro de 2018

Luto

GILMAR
Morreu ontem à tarde em Juiz de Fora, de infarto fulminante. Corpo está sendo velado no cemitério municipal de Juiz de Fora (bairro Poço Rico), de onde sairá às 10:30h para o cemitério da cidade de Bicas. Torcedor do Botafogo e do Tupi, morador do bairro Jardim Esperança e há muitos anos, dedicado ao Sport Club Juiz de Fora. Um amigo, sempre alegre, uma perda irreparável!

domingo, 21 de janeiro de 2018

Cezar Rizzo

Luto
Morre no Rio, aos 82 anos, Cezar Rizzo, o narrador que "sacudia" o futebol do Brasil.
Cezzar Rizzo morreu neste domingo, 21/01, vítima de câncer, contra o qual lutava há dez anos. O corpo está sendo velado no cemitério Parque da Colina, em Niterói, região metropolitana do Rio e será cremado nesta segunda-feira no crematório do cemitério do Caju, na zona portuária do Rio.

Capixaba de Vitória, Cezar Rizzo começou sua carreira na tradicional Rádio Capixaba. Antes de chegar ao Rio, trabalhou na Rádio Itatiaia de Belo Horizonte (de julho de 1967 a janeiro de 1968), com passagens por emissoras da Bahia e de São Paulo.


Em 1970 chegou ao Rio de Janeiro e trabalhou nas rádios Vera Cruz, América, Tropical, Tamoio, Brasil, Manchete, Nacional, Tupi e Globo.


No rádio, cobriu uma Olimpíada, a de Moscou, na Rússia, em 1980 e quatro Copas do Mundo, 1982 (Espanha), 1986 (México), 1994 (Estados Unidos) e 1998 (França).


Torcedor do Flamengo, Cezar Rizzo, antes de iniciar carreira no rádio, foi goleiro do Vitória de 1955 a 1957. 

Literatura

"Todo dia a mesma noite – A história não contada da boate Kiss"
A jornalista e escritora, Daniela Arbex, autora de "Holocausto Brasileiro - Vida, Genocídio e 60 Mil Mortes No Maior Hospício do Brasil" (2013), que abrange um período entre 1903 e 1980 e "Cova 312"  (2015), que situa-se em 1967, apresenta em sua terceira obra a reconstituição, de forma inédita, os eventos da madrugada de 27 de janeiro de 2013, quando a cidade de Santa Maria, no Rio Grande do Sul, perdeu de uma só vez 242 vidas.  Foram necessárias centenas de horas dos depoimentos de sobreviventes, familiares das vítimas, equipes de resgate e profissionais da área da saúde, para sentir e entender a verdadeira dimensão de uma tragédia sobre a qual já se pensava saber tudo, ou quase tudo. A autora construiu um memorial contra o esquecimento dessa noite tenebrosa, que transporta o leitor até o momento em que as pessoas se amontoaram nos banheiros da Boate Kiss em busca de ar, ao ginásio onde pais foram buscar seus filhos mortos, aos hospitais onde se tentava desesperadamente salvar as vidas que se esvaíam. Foi também em busca dos que continuam vivos, dos dias seguintes, das consequências de descuidos banalizados por empresários, políticos e cidadãos.



quarta-feira, 17 de janeiro de 2018

Futebol mineiro

Com 12 clubes e novo regulamento, campeonato Mineiro começa nesta quarta-feira, 17/01 e vai até 08 de abril  
Dos 12 clubes que começam o torneio, oito se classificam à próxima fase
Na noite desta quarta-feira, 17/01, tem início o Campeonato Mineiro de 2018. Ao todo, 12 equipes buscam o título de campeão. Cinco partidas abrem a competição, com apenas uma fechando a primeira rodada nesta quinta, 18/01. O torneio tem duração prevista até 08 de abril.  O Campeonato Mineiro deste ano teve uma mudança em relação à edição de 2017.  O novo formato mantém as 11 rodadas na primeira fase. Os oito primeiros times, entre os 12 concorrentes, se classificam às quartas de final, que serão disputadas em jogo único. Os donos das melhores campanhas têm a vantagem de jogar em casa. Em caso de empate, a vaga será definida nos pênaltis. As duas piores equipes ao final da fase classificatória são rebaixadas ao Módulo II.  A semifinal e a final seguem com jogos de ida e volta. Os clubes de melhor campanha na primeira fase fazem a segunda partida decisiva em casa. A primeira rodada do Estadual’2018 tem cinco jogos nesta quarta-feira e um na quinta. A finalíssima está marcada para 8 de abril. Ao todo, são 16 datas da competição. O Atlético é o atual campeão.

Clubes pós-Estadual 
Com o fim do Estadual em abril de 2018, América, Atlético, Cruzeiro, Boa Esporte, Tombense, Tupi, Caldense, Uberlândia e URT se concentram no Campeonato Brasileiro, todos em suas respectivas divisões.

Outras competições 
Eliminatórias, como Libertadores, Sul-Americana e Copa do Brasil, também integram o calendário.  A exceção cabe a Democrata-GV, Patrocinense e Villa Nova, que encerram a temporada em abril, caso nenhuma competição organizada pela FMF seja lançada em 2018.

Primeira rodada  
Quarta-feira (17/01/2018) 
19h30: América x Patrocinense (Independência)
20h: Tombense x Villa Nova (Almeidão)
20h30: Uberlândia x URT (Parque do Sabiá)
20h30: Democrata-GV x Caldense (Mamudão)
21h45: Cruzeiro x Tupi (Mineirão) .

Quinta-feira (18/01/2018) 
19h30: Boa x Atlético (Municipal de Varginha)

Títulos por clube
Atlético – 44
Cruzeiro – 36
América – 16
Villa Nova (Nova Lima) – 05
Siderúrgica (Sabará) – 02
Ipatinga – 01
Caldense – 01
Fonte: www.uai.com.br

Obs 
A Caldense "venceu" o Mineiro de 2002 na primeira fase, apenas com, clubes do interior na disputa. Cruzeiro, Atlético, América e Mamoré (Patos de Minas) disputaram a Copa Sul/Minas. Na fase decisiva, as quatros equipes da Su/Minas, se juntaram a Caldense. Nesta fase o Cruzeiro foi o campeão, Caldense vice, América em terceiro, Atlético foi o quarto e o Mamoré, que havia dado vexame na Sul/Minas, foi o último.  A exemplo do Paulista daquele ano, em que o Ituano, dirigido na época por Ademir Fonseca, ganhou a primeira fase e o São Paulo ganhou a segunda fase (super campeonato), com o time de Itu ficando em segundo, Corinthians em terceiro e Palmeiras em quarto.

CONSIDERAÇÕES 
Campeonato com fórmula de disputa esdrúxula em que Cruzeiro e Atlético correm o risco de se enfrentarem ainda na segunda fase, o que esvaziaria a competição. O tolerável é uma competição com 14 equipes, com 13 rodadas na primeira fase, classificando os 04 melhores, rebaixando os 02 últimos, com os demais, do 05º ao 12º permanecendo nas suas respectivas posições.


Literatura

sábado, 13 de janeiro de 2018

Bíblia Sagrada

 "Quais são os diferentes nomes e títulos da Bíblia?"

Resposta: 
Há mais de doze nomes e títulos da Bíblia encontrados tanto no Antigo quanto no Novo Testamento. Encontre a seguir uma lista dos mais bem conhecidos:

Livro da Lei (Deuteronômio 31:26) - "Tomai este livro da lei, e ponde-o ao lado da arca do pacto do Senhor vosso Deus, para que ali esteja por testemunha contra vós." A Bíblia é descrita como um livro de leis, leis as quais não são destinadas a nos escravizar ou sufocar o nosso relacionamento com Deus, mas que se destinam a aumentar o nosso conhecimento da justiça de Deus e nos direcionar a Cristo.

Evangelho (Romanos 1:16) - "Porque não me envergonho do evangelho, pois é o poder de Deus para salvação de todo aquele que crê..." A Bíblia nos revela o Evangelho, a boa nova, sobre o Senhor Jesus Cristo. Através de Filho de Deus, os nossos pecados são perdoados e recebemos a salvação.

Sagradas Escrituras (Romanos 1:2) - "que ele antes havia prometido pelos seus profetas nas santas Escrituras." A Bíblia é uma coleção de escritos sagrados que são santos e autoritários porque foram inspirados por Deus.

Lei do Senhor (Salmo 19:7) - "A lei do Senhor é perfeita, e refrigera a alma; o testemunho do Senhor é fiel, e dá sabedoria aos simples." As leis da Bíblia não devem ser confundidas com quaisquer outras porque são os mandamentos do Senhor, só dEle, e não ideias do homem.

Palavras de Vida (Atos 7:38) - "Este é o que esteve na congregação no deserto, com o anjo que lhe falava no monte Sinai, e com nossos pais, o qual recebeu palavras de vida para vo-las dar." A Bíblia é um livro vivo, pois cada livro, capítulo e versículo estão vivos com o conhecimento e a sabedoria de Deus.

A Palavra de Cristo (Colossenses 3:16) - "A palavra de Cristo habite em vós ricamente, em toda a sabedoria; ensinai-vos e admoestai-vos uns aos outros, com salmos, hinos e cânticos espirituais, louvando a Deus com gratidão em vossos corações." A mensagem de Cristo é a mensagem da salvação do pecado através do Único que pode realizá-la.

Escrituras (2 Timóteo 3:16) - "Toda Escritura é divinamente inspirada e proveitosa para ensinar, para repreender, para corrigir, para instruir em justiça." Inspirada por Deus, a Bíblia é uma coleção de escritos como nenhuma outra. É o único livro escrito por homens movidos, ou "levados", pelo Espírito de Deus (2 Pedro 1:21).

O Rolo (Salmo 40:7) - "Então disse eu: Eis aqui venho; no rolo do livro está escrito a meu respeito." Ao profetizar sobre Jesus, a Bíblia refere-se a si mesma como um rolo, um rolo de pergaminho documentando o conhecimento de valor inestimável a ser compartilhado de geração em geração.

Espada do Espírito (Efésios 6:17) - "Tomai também... a espada do Espírito, que é a palavra de Deus." Assim como a espada, a Bíblia pode se defender contra qualquer ataque com a verdade de Deus. O escritor aos Hebreus diz que a Bíblia é mais cortante do que qualquer "faca de dois gumes" porque é capaz de dividir a "alma e espírito, e de juntas e medulas, e é apta para discernir os pensamentos e intenções do coração" (Hebreus 4:12).

Verdade (João 17:17) - "Santifica-os na verdade, a tua palavra é a verdade." Já que a Bíblia é a Palavra de Deus, então ela é a verdade. Cada palavra é da mente de Deus. Já que Ele é a verdade, então a Sua Palavra também tem que ser verdade.

Palavra de Deus (Lucas 11:28) - "Mas ele respondeu: Antes bem-aventurados os que ouvem a palavra de Deus, e a observam." A Bíblia é como o porta-voz de Deus, pois através de cada livro Ele fala diretamente a nós.

Palavra da Vida (Filipenses 2:16) - ".... retendo a palavra da vida." A Bíblia nos revela a diferença entre a vida e a morte -- a vida eterna que está diante daqueles que aceitam a Jesus Cristo como seu Salvador e a morte eterna para aqueles que não.

Palavras do Senhor (Salmo 12:6) - "As palavras do Senhor são palavras puras, como prata refinada numa fornalha de barro, purificada sete vezes." As palavras da Bíblia são perfeitas e sem falha porque são as palavras do Senhor, proclamadas pelos profetas e apóstolos para revelar o amor e a glória de Deus.

Literatura

"A História - a Bíblia Contada Como Uma Só História do Começo Ao Fim"

Quantas vezes você tentou ler a Bíblia, mas desistiu por achar a leitura cansativa e complicada? Mas, no fundo, continuou com vontade de conhecer esses textos por ter consciência de sua importância na história da humanidade.  Agora você vai ter a oportunidade de conhecer o que há de essencial na Bíblia, pois A História é um livro que vai prender sua atenção do princípio ao fim. É de fato uma bela história. A Bíblia é uma narrativa repleta de amor, ódio, disputas, conquistas e milagres. Ela nos traz poesia, cultura, episódios históricos e teologia. É um verdadeiro romance de suspense, um livro de sociologia, uma lição de História – tudo isso em torno do conflito eterno entre o bem e o mal.  O texto nos faz conhecer pessoas que, apesar de pertencerem a épocas e lugares muito diferentes, são extremamente parecidas conosco em nossas buscas e paixões. Para facilitar a compreensão, este livro utiliza trechos extraídos da Nova Versão Internacional da Bíblia e apresenta os fatos em ordem cronológica, da Criação ao Apocalipse, em 32 capítulos claros e concisos. A História traz ainda um prefácio de Max Lucado e Randy Frazee, além de perguntas para reflexão, uma lista dos personagens, mapas, linha do tempo, notas e comentários explicativos. Com seu comprovado poder de orientar vidas e fornecer respostas aos mais diversos questionamentos, este livro conta a emocionante jornada de um povo em busca de salvação e está repleto de ensinamentos profundos e poderosos.

Bíblia Sagrada

                          Há diferentes bíblias cristãs
O número de livros depende da tradição a qual uma versão se apoia. 
Para os católicos a Bíblia é composta de 73 livros, sendo 46 do Antigo Testamento e 27 do Novo. 
A Bíblia dos protestantes tem 66 livros: 39 do Antigo e 27 do Novo Testamento. 
O novo testamento, os livros que escritos a partir de Cristo, é igual em todas as bíblias. A diferença se encontra nos livros do Antigo Testamento, os textos escritos antes do nascimento de Cristo.  
Do Antigo Testamento, a bíblia dos protestantes exclui 07 livros, os assim chamados “deuterocanônicos” (denominados "apócrifos" pelos protestantes): Tobias, Judite, Sabedoria, Eclesiástico (ou Sirácides), Baruque, I Macabeus e II Macabeus, e alguns trechos nos livros de Ester e de Daniel. 
Esses livros originalmente foram escritos em grego e, baseados numa decisão tomada no período da igreja nascente (final do primeiro século), não foram incluídos na lista dos livros considerados inspirados pelos judeus. Os cristãos, todavia, usavam tais escritos. Provavelmente por isso a comunidade hebraica, que precisava criar uma identidade autônoma dos cristãos, decidiu excluí-los do seu cânon. Os cristãos durante 1500 anos usaram os 73 livros. Porém, por ocasião da Reforma promovida por Martinho Lutero (em alemão: Martin Luther), que viveu de 10 de novembro de 1483 a 18 de fevereiro de 1546, esses livros foram considerados pelos protestantes como não inspirados (Lutero não os retirou da edição de sua Bíblia, embora não equiparasse o seu valor ao dos outros livros). Mais tarde as edições protestantes da Bíblia excluíram definitivamente esses textos, enquanto que para a igreja católica eles continuam válidos e tem o valor de palavra inspirada.  Entre as igrejas cristãs ortodoxas há outras versões da Bíblia que além dos livros citados incluem outros dois livros de Esdras, outros dois dos Macabeus, a Oração de Manassés, e alguns capítulos a mais no final do livro dos Salmos (um nas Bíblias das igrejas de tradição grega, cóptica, eslava e bizantina, e cinco nas Bíblias das igrejas de tradição siríaca).

quarta-feira, 10 de janeiro de 2018

Literatura

"1964 — O Elo Perdido - O Brasil nos Arquivos do Serviço Secreto Comunista"
Este livro põe em nova perspectiva as conturbadas décadas de 50 e 60 no Brasil pelo prisma dos documentos oficiais dos serviços secretos do bloco soviético, que atuaram no país de for¬ma intensa e muitas vezes insuspeita. São relatórios de agentes secretos, planos de operações, recibos de pagamento em dinheiro de colaboradores brasileiros e outras informações sobre a presença ilegal dos países comunistas no Brasil, que não só surpreendem como denunciam atividades atentatórias à segurança nacional. A ousadia dessa infiltração foi tamanha que dela foram alvos os gabinetes presidenciais dos três últimos governos antes do notório 31 de março de 1964.

domingo, 7 de janeiro de 2018

Marcella Ferreira Camacho

Literatura

"A Elite do Atraso - Da Escravidão à Lava Jato"

Numa época em que a questão das desigualdades racial e social estão, mais do que nunca, no centro de cena - dos grandes veículos de comunicação aos comentários nas redes sociais e até mesmo nas conversas das mesas de bar, onde todos parecem ter uma ideia muito bem definida do que é capaz de construir um país ideal -, o sociólogo Jessé Souza escancara o pacto dos donos do poder para perpetuar uma sociedade cruel forjada na escravidão. Esse é o pilar de sustentação de nossa elite, A Elite do Atraso. Depois da polêmica aberta pela obra A Tolice da Inteligência Brasileira e da contundência exposta em A Radiografia do Golpe, o autor apresenta obra surpreendente, forte, inovadora e crítica na essência, com um texto aguerrido e acessível. A Elite do Atraso é um livro para ser apoiado, debatido ou questionado - mas será impossível reagir de maneira indiferente à leitura contundente de Jessé Souza a ideias difundidas na academia e na mídia.

sábado, 6 de janeiro de 2018

Cultura popular

Dia de Reis
O Dia de Reis, segundo a tradição cristã, seria aquele em que Jesus Cristo recém-nascido recebera a visita de "alguns magos do oriente" (Mateus 2:1) que, segundo o hagiológio, foram três Reis Magos, e que ocorrera no dia 06 de janeiro. A noite do dia 05 de janeiro e madrugada do dia 06 é conhecida como "Noite de Reis".

A data marca, para os católicos, o dia para a veneração aos Reis Magos, que a tradição surgida no século VIII converteu nos santos Melchior (Melquior ou Belchior), Gaspar e Baltazar (Baltasar). Nesta data, ainda, encerram-se para os católicos os festejos natalícios - sendo o dia em que são desarmados os presépios e por conseguinte são retirados todos os enfeites natalícios.

Folia de Reis
Folia de Reis, Reisado, ou Festa de Santos Reis é uma manifestação cultural religiosa festiva e classificada, no Brasil, como folclore; praticada pelos adeptos e simpatizantes do catolicismo, no intuito de rememorar a atitude dos Três Reis Magos (Melchior (Melquior ou Belchior), Gaspar e Baltazar (Baltasar), que partiram em uma jornada à procura do esconderijo do Prometido Messias (O Menino Jesus Cristo), para prestar-lhe homenagens e dar-lhe presentes. Essa história é relatada na Bíblia Sagrada, no capítulo 2 do Livro de São Mateus (ou O Evangelho, Segundo Mateus). Fixado o nascimento de Jesus Cristo a 25 de dezembro, adotou-se a data da visitação dos Três Reis Magos como sendo o dia 06 de janeiro.Em alguns países de origem latina, especialmente aqueles cuja cultura tem origem espanhola, passou a ser a mais importante data comemorativa católica, mais importante, inclusive, que o próprio Natal. No estado do Rio de Janeiro, no Brasil, os grupos realizam folias até o dia 20 de janeiro, dia de São Sebastião, o padroeiro do estado. Na cultura tradicional brasileira, os festejos de Natal eram comemorados por grupos que visitavam as casas, tocando músicas alegres em louvor aos "Santos Reis" e ao nascimento de Cristo; essas manifestações festivas estendiam-se até a data consagrada aos Três Reis Magos, 06 de janeiro. Trata-se de uma tradição vinda da Espanha que ganhou força especialmente no século XIX e que mantém-se viva em muitas regiões do País, sobretudo nas pequenas cidades dos estados de São Paulo, Minas Gerais, Bahia, Espírito Santo, Paraná, Rio de Janeiro, Goiás, dentre outros.

sexta-feira, 5 de janeiro de 2018

Literatura

"Humberto Mauro, cinema e história"
Atualmente vemos com mais frequência estudos sobre história e cinema. Contudo, vale reforçar que a pesquisa encontrada neste livro, sobre o diretor de cinema Humberto Mauro (1897/1983), foi resultado de estudos de um historiador e cinéfilo, Eduardo Morettin, que analisa filmes com uma perspectiva histórica desde a década de 1980. A partir de dois filmes da década de 1930 – “Descobrimento do Brasil” e “Os Bandeirantes” – encomendados por representantes do governo Vargas ao grande cineasta da época, Humberto Mauro, Eduardo Morettin apresenta uma interpretação engajada em conceitos que norteiam os estudos da relação entre cinema e história. A pesquisa mostra de maneira o governo Vagas tentava controlar e padronizar a produção cultural da época. A extensa análise de Eduardo Morettin exigiu um detalhado trabalho de reconstrução do imaginário construído em torno dos “bandeirantes” e da “descoberta do Brasil” com a finalidade de estabelecer relações entre os projetos ideológicos com os quais os filmes dialogam e o contexto em que foram produzidos. 

Desta maneira, Morettin nos mostra que a obra de Humberto Mauro é relevante para entender historicamente a era Vargas ao abordar questões do passado fazendo conexões com o presente. O pesquisador faz uma excelente análise sobre a participação, a proposta e a realização dos filmes, de intelectuais e artistas como Villa Lobos e Roquette Pinto, que foram peças chave na construção politica e cultural da época por isso, neste livro, Morettin se refere ao cinema como um lugar de memória e instrumento de entendimento do passado.

Futebol internacional

                           Florida Cup 2018   

A Florida Cup 2018 vai ser disputada entre os dias 10 e 20 de janeiro, em Orlando, na Flórida.  Atlético Mineiro (BRA), Atlético Nacional (COL), Barcelona SC (EQU), Corinthians (BRA), Fluminense (BRA), Legia Varsóvia (POL), PSV Eindhoven (HOL) e Rangers FC (ESC) são as equipes confirmadas na competição, que irá para sua quarta edição em 2018.

Os jogos da Florida Cup 2018 
(horários de Brasília):
Qua - 10/01/2018 - 22h00 - Corinthians X PSV (Hol) 
Qui - 11/01/2018 - 22h00 - Atlético Mineiro X Rangers (Esc) 
Sex - 12/01/2018 - 22h00 - PSV (Hol) X Fluminense 
Sáb - 13/01/2018 - 16h00 - Rangers (Esc) X Corinthians 
Sáb - 13/01/2018 - 18h00 - Barcelona (Equ) X Légia Varsóvia (Pol) 
Dom - 14/01/2018 - 16h00 - Atlético Nacional (Col) X Atlético Mineiro 
Seg - 15/01/2018 - 19h00 - Fluminense X Barcelona (Equ) 
Sáb - 20/01/2018 - 21h00 - Légia Varsóvia (Pol) X Atlético Nacional (Col) 

Literatura

"Ataúfo Alves: Vida e obra"
Em razão das comemorações do centenário de Ataulfo Alves (1909/1969), o jornalista Sérgio Cabral, amigo pessoal de Ataulfo, apresenta toda a trajetória de vida e as grandes obras que consagraram o compositor como um dos maiores expoentes do samba neste país. Além de curiosidades e grandes histórias, a obra registra toda a musicografia do artista, que ultrapassa 320 composições, sendo uma das maiores da música popular brasileira em número e também em sucessos.

domingo, 31 de dezembro de 2017

São Silvestre

        93ª Corrida Internacional de São Silvestre
O Brasil ficou longe do pódio no masculino e no feminino. A melhor colocação foi o 10º lugar de Joziane Cardoso. No masculino, o brasileiro mais bem colocado foi Ederson Vilela, em 11º lugar. O último do país a vencer foi Marilson Gomes dos Santos, em 2010. No feminino, Lucélia Peres foi a última brasileira campeã, em 2006, ano que teve dobradinha dos anfitriões com Franck Caldeira vencendo no masculino.  

Masculino:
01 - Dawitt Admasu (ETI) - 44m17s  
02 - Belay Bezabh (ETI) - 44m33s  
03 - Edwin Rotich(QUE) - 44m43s  
04 - Birhanu Balew (BAH) - 45m06s  
05 - Paul Kipchumba Lonyangata (QUE) - 45m28s  
11 - Ederson Vilela (BRA) - 46m59s

Feminio:
01 - Flomena Cheyech (QUE) - 50min18s  
02 - Sintayehu Hailemichael (ETI) - 50min55s  
03 - Birhane Dibaba (ETI) - 50min77s  
04 - Wude Ayalew Yimer - 51min35s  
05 - Paiskalia Chepkorir - 51min55
10 - Joziane Cardoso (BRA)

Literatura

“Dr.Maninho, o prefeito do povo”
Escrito por Marilene Godinho, o livro traz documentos e depoimentos que dão-nos conta de um homem honrado que, antes de tudo, foi um prefeito que amou seu povo e devotou-lhe cada instante de sua vida. Foi amado por todos porque amou todos, indistintamente. Não ofendia nem mesmo os adversários políticos. Foi um homem da paz e da alegria. Bem humorado, fundou a Banda de Música, construiu o clube dos operários e adorava o carnaval. De bem com a vida, soube se misturar ao povo com a simplicidade dos que lutam pelo bem comum.
Além da história de Dr. Maninho, o livro conta com depoimentos de Renato de Assis, Míriam Mangeli, Cyro do Val, Eliana Chaves Spínola e outros que foram provas eloquentes de sua atuação feita de trabalho e bondade. 

sábado, 30 de dezembro de 2017

Futebol amador

                       Bragantino
Time do bairro Floresta, em Juiz de Fora-MG.
Em pé: Guilhermão (torcedor), Cesão (técnico), Fernando (Fernando Alves Ferreira), Arroz, Moreno (Anderson), Dico (Arlindo Luiz Neto), Edgar Castor e Zé Orlando (técnico).
Agachados: Guinho, Pato (Luiz Anderson), Nei Grilo (Sidnei), Menso (Wemerson Luiz Barbosa), Eminho (Emerson), Thethelo (Marcelo Adriano Oliveira), Lekim e Tinguá (Flaviano).

Literatura

"Biografia de Astolfo Dutra - Um líder mineiro na república velha"

O autor, Astolfo Dutra Nicácio, apresenta um painel dos costumes políticos da época, na medida em que se interligam à atuação de Astolfo Dutra, objetivando o tempo e os ambientes em que se formou e viveu, encaradas a evolução e a decadência econômica do clã do avô Major Vieira, desde a fixação na sesmaria da Glória.

Palma-MG

Palma é um município localizado na Zona da Mata de Minas Gerais, microregião de Muriaé. As origens de Palma se remetem à região da Fazenda Glória Mineira. Em 1864, o povoado de Sítio da Cotieira (por haver muitas cutias na região) se tornou distrito de Cataguases como nome de São Francisco de Assis do Capivara (por haver sido construída pelos tropeiros uma capela em homenagem a São Francisco de Assis e as capivaras eram muito comuns na região). Os cutias e capivaras ainda existem no município, mas num numero muito reduzido. 

Emancipou-se em 23 de dezembro de 1890, teve sua fundação em 24 de maio de 1892 e então passou a se chamar Palma, por haver muitas palmeiras no centro da cidade. O dia 24 de maio foi tomado como dia do aniversário de Palma.

Se seu segundo nome ''São Francisco de Assis do Capivara" houvesse sido mantido em sua emancipação, hoje seria o município com o maior nome do Brasil. Mais que o atual município com maior nome que é Vila Bela da Santíssima Trindade, no estado de Mato Grosso.


Além do distrito-sede, Palma possui mais dois distritos, Cisneiro (originalmente, Cysneiros) e Itapiruçu (originalmente, Tapirussu), três povoados, Coqueiro, Maromba e Córrego Alegre, além de lugarejos, Berra Onça, Caixa Dágua, Quebra Canga, Inhame, Arralzinho, e fazendas famosas, Celidônia, Sossego, Bom Destino, Itupeva (Minas e Rio) e outras..

Palma se limita com os municípios mineiros de Recreio, Muriaé, Laranjal e Barão de Monte Alto (antigo distrito de Palma emancipado em 1962) e os municípios fluminenses de Miracema e Santo Antônio de Pádua.

quinta-feira, 28 de dezembro de 2017

Literatura

"São Paulo Nas Alturas A Revolução Modernista da Arquitetura e do Mercado Imobiliário nos Anos 1950 e 1960"
Nos anos 1950, uma grande transformação ocorreu em São Paulo: arquitetos modernos passaram a ser mais e mais requisitados por uma renovada indústria imobiliária. Em pouco mais de 10 anos, foram criados os mais icônicos edifícios da cidade, graças à aliança de arquitetos talentosos, como Niemeyer, David Libeskind e Franz Heep, com empreendedores audazes, entre eles Artacho Jurado, Octavio Frias de Oliveira e José Tjurs. Copan, Itália e Nações Unidas, Conjunto Nacional, o centro comercial Grandes Galerias (hoje conhecido como "Galeria do Rock") e vários outros prédios de grande qualidade arquitetônica foram erguidos nessa época e moldaram para sempre a imagem da capital, espelhando sua pujança, seu dinamismo e sua modernidade. Em São Paulo nas alturas, Raul Juste Lores reconstitui esse importante período, apresentando a surpreendente trajetória de seus principais personagens, mulheres e homens que deram rumo novo à arquitetura, à construção e à vida urbana no Brasil. O livro traz também 98 fotos e um guia dos prédios em São Paulo.

Gente de Expressão

Arlene Brigatto
Arlene Íria Brigatto nasceu no bairro Ladeira, em Juiz de Fora, em seis de abril (o ano ela não informa, mas certamente, foi no século passado). Passou a adolescência no bairro Grajaú e reside na avenida dos Andradas, no morro da Glória há mais de 60 anos.

Filha de Aurélio Brigatto (1914/1962) e Ilda Maria Brigatto (1916/2011), tem três irmãos, Arleida, Aurélia e Marco Aurélio. Professora aposentada da rede estadual de ensino, bacharel em direito, formada pela Universidade Federal de Juiz de Fora (UFJF), turma de 1991 e Radialista por devoção. No rádio, Arlene Brigatto teve atuações destacadas nas rádios Industrial, Capital, Nova Cidade e Juiz de Fora AM.

No auge da rádio Capital, atuou ao lado de Humberto Zaghetto, Carlos Alberto, Almir Bitencourt, Adair Mendes,Toni Martins, Wilson Amin, Aparício de Vitta, Helena Bitencourt e Antonio D'Angelo.

Além do magistério, do direito e da comunicação radiofônica, Arlene trabalhou na assessoria de imprensa da prefeitura de Juiz de Fora. 

Hoje, aposentada, mas mantendo vivo o desejo de ainda poder voltar a atuar no rádio, Arlene é ministra da eucaristia da igreja de Nossa Senhora da Glória.


quarta-feira, 27 de dezembro de 2017

Literatura

"Laços de Sangue - A História Secreta do PCC"

Rebeliões, assaltos, sequestros, assassinatos, narcotráfico... A lista de crimes engendrados pelo PCC - Primeiro Comando da Capital é tão gigantesca quanto sua estrutura. O PCC foi um monstro gerado por oito detentos dentro do sistema penitenciário, na Casa de Custódia de Taubaté - SP. Seus tentáculos se espalharam para fora dos muros das prisões e agora atemorizam, além dos brasileiros e suas instituições, até outros países vizinhos. Nesta obra você vai conhecer a verdadeira história dessa facção criminosa, contada por uma das maiores e mais especializadas autoridades brasileiras no assunto - o procurador Marcio Sergio Christino - e por Claudio Tognolli, um dos mais importantes jornalistas investigativos.

quinta-feira, 21 de dezembro de 2017

Copa Libertadores das América 2018

Primeira fase  
E1 – Montevideo Wanderers-URU x Olimpia-PAR
E2 – Macará-EQU x Deportivo Táchira-VEN 
E3 – Oriente Petrolero-BOL x Universitario-PER  

Segunda fase  
C1 – Macará-EQU ou Deportivo Táchira-VEN (E2) x Independente Santa Fe-COL 
C2 – Chapecoense x Nacional-URU 
C3 – Universitario-PER ou Oriente Petrolero-BOL (E3) x Jorge Wilstermann-BOL 
C4 – Carabobo-VEN x Guaraní-PAR 
C5 – Montevideo Wanderers-URU ou Olimpia-PAR (E1) x Junior Barranquilla-COL 
C6 – Universidad Concepción-CHI x Vasco 
C7 – Banfield-ARG x Independiente del Valle-EQU 
C8 – Santiago Wanderers-CHI x Melgar-PER  

Terceira fase  
Ganhador 1 – C1 x C8 
Ganhador 2 – C2 x C7 
Ganhador 3 – C3 x C6 
Ganhador 4 – C4 x C5 

Fase de grupos  
Grupo 1: Grêmio, Cerro Porteño-PAR, Defensor-URU e Monagas-VEN 
Grupo 2: Atlético Nacional-COL, Bolívar-BOL, Colo Colo-CHIe Delfín-EQU 
Grupo 3: Peñarol, Libertad-PAR, The Strongest-BOL e Atlético Tucumán-ARG 
Grupo 4: River Plate, Emelec-EQU, Flamengo e Ganhador 1 
Grupo 5: Cruzeiro, Universidad de Chile, Racing-ARG e Ganhador 3 
Grupo 6: Santos, Estudiantes, Real Garcilaso-PER e Ganhador 2 
Grupo 7: Corinthians, Independiente, Millonarios-COL e Deportivo Lara-VEN 
Grupo 8: Boca Juniors, Palmeiras, Alianza Lima-PER e Ganhador 4  

Datas da Libertadores:  
Fase 1: 22 e 26 de janeiro 
Fase 2: 30 e 31 de janeiro e 01º de fevereiro; 06, 07 e 08 de fevereiro
Fase 3: 13, 14 e 15 de fevereiro; 20, 21 e 22 de fevereiro 

Grupos: 27 e 28 de fevereiro e 01º de março 
Grupos: 13, 14 e 15 de março 
Grupos: 03, 04 e 05 de abril 
Grupos: 17, 18 e 19 de abril 

Grupos: 24, 25 e 26 de abril 
Grupos: 1, 2 e 3 de maio 
Grupos: 15, 16 e 17 de maio 
Grupos: 22, 23 e 24 de maio 

Oitavas: 07, 08 e 09 de agosto
Oitavas: 28, 29 e 30 de agosto 
Quartas: 18, 19 e 20 de setembro 
Quartas: 02, 03 e 04 de outubro 
Semifinais: 23, 24 e 25 de outubro 
Semifinais: 30 e 31 de outubro e 01º de novembro
Finais: 07 e 28 de novembro

Literatura

"Roque Santeiro"
A cidade de Asa Branca prosperou nas últimas décadas devido à lenda de Roque Santeiro, um garoto que teria morrido para salvar a população dos cangaceiros. Esse mito é de extremo interesse para Sinhozinho Malta, fazendeiro poderosíssimo da região e que muito lucra por diversos motivos com a história através de Porcina, a fogosa viúva que era sem nunca ter sido. Porém, quando menos se espera, Roque retorna à Asa Branca e sua presença passa a ameaçar a continuidade da mentirosa lenda.

quarta-feira, 20 de dezembro de 2017

Copa Sul-Americana 2018

                       Confrontos da primeira fase 
Everton-CHI x Caracas-VEN    
Estudiantes de Mérida-VEN x Deportes Temuco-CHI    
Lanús-ARG x Sporting Cristal-PER   
Deportivo Cali-COL x Danubio-URU    
San Lorenzo-ARG x Atlético-MG    
LDU de Quito-EQU x Guabirá-BOL    
Nacional-PAR x Mineros-VEN    
Sport Rosario-PER x Atlético Cerro-URU    
Sol de América-PAR x Independiente Medellín-COL
Barcelona-EQU x General Díaz-PAR    
Sportuvo Luqueño-PAR x Deportivo Cuenca-EQU    
Rampla Juniors-URU x Universidad Cajamarca-PER    
Defensa Y Justicia-ARG x América de Cali-COL    
Atlético-PR x Newell's Old Boys-ARG    
Chile 1 x Sport Huancayo    
Boston River-URU x Jaguares-COL    
Rosario Central-ARG x São Paulo   
El Nacional-EQU x Bolívia 3    
Blooming-BOL x Bahia    
Zamora-VEN x Colón-ARG    
Audax Italiano-CHI x Botafogo    
Fluminense x Bolívia 4

A fase seguinte contará com as equipes eliminadas da Copa Libertadores e será sorteada em 02 de junho.

Literatura

"Tieta do Agreste"
Fogosa pastora de cabras e namoradora de homens, a adolescente Tieta é surrada pelo pai e expulsa de Santana do Agreste graças à delação de suas aventuras eróticas por parte da irmã mais velha, a pudica e reprimida Perpétua. Um quarto de século depois, rica quarentona, Tieta retorna em triunfo ao vilarejo, no interior da Bahia. Com dinheiro e influência política, ajuda a família e traz benefícios à comunidade, entre eles a luz elétrica. Para os parentes e amigos de Agreste, Tieta enriqueceu no sul ao se casar com um industrial e comendador. Mas aos poucos o narrador vai plantando no leitor a dúvida, o descrédito, até revelar a história oculta da protagonista: Tieta se prostituíra e virara cafetina em São Paulo, razão de sua riqueza e de seu trânsito entre os poderosos. Nesse acerto de contas com o passado, ela acaba se envolvendo na acirrada disputa em torno do futuro do lugarejo. Publicado em 1977, o romance foi adaptado com sucesso para a televisão e o cinema. A narrativa descontínua, feita de avanços, recuos e mudanças do ponto de vista, atesta a maturidade literária de Jorge Amado e mantém até hoje o impacto e o frescor. 

Direito


domingo, 17 de dezembro de 2017

Literatura

"Sílvio Santos: A biografia - A trajetória do maior comunicador de todos os tempos"
Como o homem de uma família judia, levada diversas vezes ao exílio, poderia construir um império no Brasil? Como um camelô venceu tantas adversidades para tornar-se um dos empresários mais ricos do país?Não à toa, esse homem desenvolveria negócios voltados às classes mais populares no Brasil e se tornaria sinônimo da história da televisão brasileira.

Seu nome é Senor Abravanel, mais conhecido como Silvio Santos. Sua característica mais marcante é a generosidade, eternizada no famoso bordão “quem quer dinheiro?”. A boa índole de Silvio Santos, inclusive, é uma faceta de sua personalidade, a qual dez em cada dez de seus funcionários faz questão de ressaltar.   

Compreendendo a figura icônica que impactou a história e a rotina de milhões de brasileiros, este livro, escrito por Márcia Batista e Anna Medeiros, revela, inclusive por meio de relatos e documentos exclusivos, as conquistas e dificuldades que Silvio enfrentou para ser a unanimidade que é hoje: o lado família, o apresentador, o gestor de negócios, o descobridor de talentos, como se deram seus insights de empreendedor, além de inúmeras passagens impressionantes de uma trajetória riquíssima e encorajadora.   

Entre erros e acertos, recordes de audiência e insucessos, Senor Abravanel construiria um império que, somente com o SBT, já chegou a faturar mais de um bilhão de reais. Assertivo em suas decisões, ele não teme falar o que pensa ou acreditar no que ninguém mais acredita – e tudo isso porque sua visão vai além do óbvio. Silvio Santos vem aí!

sábado, 16 de dezembro de 2017

A verdadeira história do Flamengo (ao ser acusado de perseguição)

Desde a década de 1960, vocês escolheram ser AntiRio. AntiBrasil!!
Passaram a torcer contra os rivais incondicionalmente.
Foram os próprios flamenguistas quem causaram esse ódio nos outros, mas não pela grandeza, e sim, pela soberba imotivada.

Ao cogitar que todos os clubes brasileiros são secadores de resultados, só os flamenguistas conseguiram proezas como:
- Lotar aeroporto para receber o time do Manchester pra provocar o Vasco no mundial da Fifa em 2000.
- Criar nomes de torcida como "FlaManchester", "Flazulão", "FlaMadrid" , "FlaBoca", "Fla LDU", "Liga do Urubu" e por aí vai..
- Confeccionar, vender e comercializar camisas como "FlaMadrid" e "Liga do Urubu"
- Brigar com o Sport no tapetão e  na justiça pelo brasileiro de 1987
- Assaltar o galo na libertadores
- Papeletas amarelas... Lembra?
- Tentar tirar a taça das bolinhas do São Paulo
- Tentar rivalidade de grandeza com a torcida do Corinthians
- Comemorações antecipadas, "cheirinho"
- Viver e insistir que o Vasco é o maior vice de todos. Pois com esse vice na copa Sulamericana, contra o Independiente, vocês passaram a ter 42 vices contra 39 do Vasco. Aprendam a fazer contas.
- E o pior: criar um contato telefônico de cadastro para torcedores da "FlaMadrid"

Essas, entre outros vexames, foram atitudes executadas unicamente pelos flamenguistas.
Por isso, e só por isso, o "arco-iris" torce contra vcs. Talvez também pelo fato da arbitragem e de parte da imprensa serem sempre pró-Flamengo. Por mais nenhum outro motivo.

Não tem coisíssima nenhuma de grandeza ou superioridade. Um time que tem a maior torcida, a maior receita de televisão e um sistema todo favorável, era pra ter muitos mais títulos que tem. Isso só mostra a mediocridade do Flamengo em não saber aproveitar as coisas, mesmo com tudo a seu favor.

Os antis são antis porque vocês começaram sendo anti. Parem com essa babaquice de criança mimada achando que são odiados porque são bons. Vocês são odiados porque são Medíocres.

*Texto atribuído ao Oliveira Andrade, que é locutor esportivo

Em tempo: O autor faltou citar o “gesto de solidariedade” da torcida com o rebaixamento da Portuguesa. Gesto esse que desapareceu ao se dar conta de que com a escalão irregular do jogador Hevérton, a Portuguesa livrou do rebaixamento o próprio Flamengo, que havia escalado, de forma irregular, o lateral André Santos.

Literatura

"Geraldo Santana - Sonho, Música e Realidade"

O livro do escritor Wanderley Luiz de Oliveira que apresenta o primeiro retrato de um cantor e compositor mineiro ainda desconhecido de muitos, mas que merece respeito: Geraldo Santana (1930/2011). Ele nasceu em Coronel Pacheco, Zona da Mata Mineira, e desenvolveu sua carreira basicamente em Juiz de Fora. Foi homem de personalidade forte, autor de belos sambas, que viveu e morreu pobre, já que dizia  "viver na música, mas não da música". 

Afirmou-se no meio musical com muita dedicação e luta. O que valeu a ele tanto admiração como fama de polêmico e difícil. Ele tem apenas um, mas precioso, disco gravado "Batuque de negro", produzido por Márcio Gomes. 

Participante ativo de todas as etapas da produção da obra, Geraldo Santana não chegou a ver o livro publicado, pois morreu antes, aos 81 anos, em 19 de outubro de 2011. No desfecho da obra, que conta com texto assinado por Leila Barbosa e Marisa Timponi, é mencionada a morte do músico. 

terça-feira, 12 de dezembro de 2017

Eu, Paraoquena

     por Teresa Mota*
Sou pequena, mas nunca fui insignificante. No passado fui berço de gente rica e valente. Fui transitada por senhores fazendeiros, por mulheres belas e educadas. O progresso era presente, com farmácia, padaria, hotel,cooperativa e o trem que carregava passageiros em suas andanças. Toda essa trajetória de meu passado está guardado com muita saudade na cabeça e no coração de cada um que viveu aquele passado tranquilo e diferente. agora no presente o comércio foi atraído longe em busca de dinheiro, os jovens em busca de futuro melhor e novos horizontes. Para meus antigos moradores o passado é distante, pois tudo mudou ou quase tudo, graças a Deus ainda não me tiraram a beleza natural que a natureza fez. Estão tentando. Espero que não consigam me transformar em pedras. E o meu futuro? Não sei. Espero sempre a visita daqueles que um dia partiram. O meu orgulho maior é saber que aqueles que foram e não puderam voltar gravaram o meu nome no coração de cada um. Sei que cada morador, presente ou ausente me ama. Cada um com um amor diferente. Tenho certeza que aqueles que me amaram no passado, me amam no presente. Sou e sempre serei o melhor lugar do mundo. Peça aos Paraoquenenses ausentes: voltem a me visitar! Estarei sempre de braços abertos para recebê-los. 
- Paraoquena - 07º distrito de Santo Antonio de Pádua, no Noroeste Fluminense.
*Teresa Mota é uma Paraoquenense de alma e de coração

Literatura

"Biografia e doença"
A biografia humana, considerada segundo a metodologia biográfica antroposófica, é composta de setênios – ciclos de sete anos que caracterizam o desenvolvimento físico, anímico e espiritual do ser humano ao longo da vida. 

Com base em sua ampla experiência em aconselhamento biográfico – modalidade terapêutica que vem complementar e ampliar sua atuação como médicas antroposóficas, Angélica Alves Justo e Gudrun Krokel Burkhard expõem aqui as bases conceituais de seu trabalho médico-terapêutico, complementando-as com exemplos reais de sua prática profissional. 

Ressaltando que as enfermidades podem ser um importante elemento para a ‘cura biográfica’, representando muitas vezes um marco no restabelecimento do equilíbrio em vários âmbitos, destacam ainda o valor espiritual da doença grave, que pode significar uma redenção e um preparo para novos e insondáveis horizontes existenciais.

terça-feira, 5 de dezembro de 2017

Cultura Inglesa

Dias da semana em inglês 
Sunday, Monday, Tuesday, Wednesday, Thursday, finally Friday and Saturday.  Diferentes do português, são obrigatoriamente escritos com letra maiúscula, caso contrário são considerados gramaticalmente incorretos. Além disso, os dias da semana em inglês têm algumas curiosidades.  

O significado dos dias da semana em inglês 

Os nomes dos dias da semana ao redor do mundo surgiram baseados em números e planetas. Em muitos lugares esses nomes foram alterados de acordo com a religião ou por motivos seculares. No caso do inglês, alguns nomes dos dias da semana derivam de deuses Anglo-Saxões. 

Weekdays e weekends 

Os dias da semana em inglês são chamados de weekdays e os fins de semana de weekends, mas isso varia de um país para outro, assim como o Business day, que significa “dia útil”.  

Calendário em inglês 

A maioria dos calendários nos Estado Unidos e Canadá marcam Sunday (Domingo) como o primeiro dia da semana, já no Reino Unido, Irlanda, Austrália, África do Sul e América do Sul, o primeiro dia da semana é Monday (Segunda-Feira). Saiba o significado específico dos dias da semana em inglês! Have a nice study!  

Dias da semana em inglês  

Sunday (Domingo): Dia do sol (Day of the Sun) é o significado de Sunday – Sun (sol) Day (dia), que curiosamente originou do latim Dies Solis.
Monday (Segunda-feira): com estrutura parecida de Sunday, Monday significa Dia da lua (Day of the Moon) – Moon (lua) Day (dia). Também originada do latim Dies Lunae.
Tuesday (Terça-feira): vem de Tiwesdaeg, palavra do inglês arcaico que significa Dia do Tiw (Tiu’s Day). Tiw (conhecido como Tew, Tyr e Tywar) era deus da guerra na mitologia norueguesa. Tuesday também é baseado no nome Dies Martis, Dia de Marte (Day of Mars), o deus da guerra romano.
Wednesday (Quarta-feira): significa o Dia do deus Germânico Woden, mais conhecido como Odin, que era o deus mais alto da mitologia norueguesa e um proeminente deus dos Anglo-Saxões. Wednesday é baseado do latim Dies Mercurii, Dia do Mercúrio (Woden’s Day)
Thursday (Quinta-feira): significa Dia do Punor, conhecido como Thor. Thor é o deus dos trovões na mitologia norueguesa e no paganismo germânico. Thursday é baseado no nome Dies lovis, do latim, Dia de Júpter (Thor’s Day).
Friday (Sexta-feira): significa Dia de Frige (Freya’s Day), a deusa germânica da beleza. Na verdade, trata-se de uma adaptação do latim Dies Veneris (Dia de Vênus). Frige ou Frigg era a deusa nórdica do amor, correspondente a Vênus, da mitologia romana.
Saturday (Sábado): a tradução Anglo-Saxã original de Saturday era Saeturnesdaeg, que em latim significa Dies Saturni, Dia de Saturno (Saturn’s Day).

Calendário

January – janeiro
Abreviação: Jan
Número de dias: 31
Origem do nome: o mês que abre o ano vem do nome Jano, o deus romano das portas, responsável pelas passagens, inícios e fins.
February fevereiro
Abreviação: Feb
Número de dias: 28 (29 em ano bissextos)
Origem do nome: este mês faz referência à deusa Februa, que presidia o festival da purificação nesta mesma época.
March – março
Abreviação: Mar
Número de dias: 31
Origem do nome: o homenageado por esse mês é o deus da guerra, Marte, filho de Februa.
April – abril
Abreviação: Apr
Número de dias: 30
Origem do nome: embora existam duas teorias, a mais aceita é de que vem do latim “aperire”, que significa abrir e está ligado à abertura das flores no início da primavera do hemisfério norte.
May – maio
Abreviação: May
Número de dias: 31
Origem do nome: a deusa romana da fecundidade, Maia, é quem dá nome a esse mês.
June – junho
Abreviação: Jun
Número de dias: 30
Origem do nome: a protetora do casamento, das mulheres e do nascimento é Juno, por isso esse mês leva esse nome.
July – julho
Abreviação: Jul
Número de dias: 31
Origem do nome: Júlio César, imperador romano, é o homenageado deste mês desde 44 a. C.
August – agosto
Abreviação: Aug
Número de dias: 31
Origem do nome: outro líder romano nomeou este mês, desta vez o escolhido foi Augusto César.
September – setembro
Abreviação: Sep
Número de dias: 30
Origem do nome: embora hoje não pareça fazer sentido, antes de passar por uma reforma para iniciar-se em janeiro, os anos no calendário romano começavam em março, portanto, esse era o sétimo mês e recebeu esse nome que deriva do latim.  O mesmo acontece com os meses seguintes.
October – outubro
Abreviação: Oct
Número de dias: 31
Origem do nome: “octo”, oito em latim, o oitavo mês do calendário romano.
November – novembro
Abreviação: Nov
Número de dias: 30
Origem do nome: “novem”, nove em latim, o nono mês do calendário romano.
December – dezembro
Abreviação: Dec
Número de dias: 31
Origem do nome: “decem”, dez em latim, o décimo mês do calendário romano.

Como escrever

Em inglês, os meses devem ser escritos sempre com a primeira letra maiúscula, diferentemente do português, que só faz essa exigência se o mês estiver no início da frase ou for nome de uma rua. Para dizer que algo aconteceu em um determinado mês, usamos:
In January.
In May.
Agora se dissermos que algo aconteceu em um determinado dia do mês, vamos usar:
On July 25th.
On December 12th.

Como surgiu o calendário

O calendário adotado oficialmente pela maioria dos países chama-se gregoriano em referência ao Papa Gregório XIII e foi usado pela primeira vez no dia 15 de outubro de 1582. Antes dele, o modelo adotado era o do calendário juliano, criado pelo imperador romano Júlio César, que foi reformulado para fixar corretamente a data da Páscoa ao equinócio da primavera no hemisfério norte.

Ano bissexto


A cada quatro anos ocorre o ano bissexto, que leva esse nome por ter 366 dias. Isso acontece porque o tempo que a Terra leva para completar uma volta em torno do Sol dura 365,35 dias e não 365 como consideramos. Por isso, acrescentar um dia de tempos em tempos é necessário para compensar essa diferença.