quinta-feira, 6 de julho de 2017

Valério Luiz de Oliveira (1962/2012)

Valério Luiz de Oliveira foi morto a tiros em 05 de julho de 2012, depois de deixar os escritórios da Rádio Jornal 820 AM (atual Rádio Bandeirantes). Um motoqueiro estava à espera de Valério Luiz na entrada da emissora quando o jornalista saía. Valério tentou fugir, mas seu carro colidiu com outro veículo que estava estacionado na rua. Após o acidente, o assassino (pistoleiro de aluguel, de acordo com os autos) em seguida disparou sete tiros na janela do lado do motorista do veículo do jornalista. A polícia e testemunhas dizem que Valério foi atingido por entre quatro e seis dessas balas, durante a condução, bateu em um carro estacionado, e morreu pouco depois.De acordo com seu pai, Mané de Oliveira e seu filho, Valério Filho, ele, havia recebido ameaças de morte constantemente, por críticas, que ele fazia à diretoria do Atlético Goianiense, clube para o qual, ironicamente, era torcedor, e de que estava proibido frequentar as dependências do clube.

Outros casos
A morte de Valério Luiz de Oliveira marcou a quinta morte de um jornalista no Brasil apenas em 2012, após o assassinato de Décio Sá (Estado do Maranhão); Paulo Souza Filho (Simões Filho-BA), Paulo Rocaro (Ponta Porã-MS), Mario Randolph Marques Lopes (Rio de Janeiro).

Nenhum comentário: